Arquivo de etiquetas: comportamento saúde mental

Prosperidade. 10 Passos para um 2017 poderoso!

Share Button

Olá Bauzetes e Bauzeiros!

Começamos 2016 falando sobre as 4 Leis Indianas e os benefícios de sua prática, quem leu leu, quem não leu pode clicar aqui e conferir.

Esse ano vamos começar falando novamente sobre PROSPERIDADE. Dessa vez com uma abordagem diferente. Então já sabe, papel e caneta na mão, anote tudo que fizer sentido pra você e crie oportunidade para praticar o quanto antes.

Prosperidade é um estado de progresso que promove sensação de contentamento e ao contrário do que geralmente pensamos, não está ligada somente ao dinheiro, este estado de contentamento e satisfação pode ser tanto físico, financeiro, emocional ou ambos.

Prosperidade está intimamente ligada ao otimismo e eu não vejo maneira mais prática de se tornar uma pessoa positiva do que tendo experiências maravilhosas na vida. Como podemos nos proporcionar isso? É simples, experimentando coisas novas, quando você ousa fazer diferente o resultado sempre muda e mudança pra quem está estagnado é sabor de prosperidade. Pense nisso.

Alguns passos práticos para se tornar uma pessoa próspera:

1. Experimentar novas escolhas. Comece com novas combinações de roupas, novos lugares, novos hábitos de consumo.

2. Seja menos resistente ao otimismo. Se tiver dificuldades com isso leia esse artigo aqui.

3. Abandone o que é velho, velhos objetos, velhos hábitos, velhos padrões de pensamento, velhas companhias, velhas zonas de conforto desconfortáveis. Isso vai ajudar com os dois passos anteriores.

4. Olho do dono engorda o gado, onde você colocar seu foco, você prosperará, então se quer muito uma coisa pense naquilo, leia sobre aquilo, imagine aquilo acontecendo o tempo todo (tela mental positiva), faça esforços e sacrifícios.

5. Você não precisa esperar até que vença os medos, você pode começar  enfrentando-os, ser positivo ou agir como se fosse durante um tempo vai te ajudar com isso.

6. Ter prioridades. O que é mais importante para você nesse momento? Quanto tempo ou energia você tem dispensado nisso?

7. Aceite que não há nada de egoísmo em protagonizar, talvez para isso você precise deixar coisas e pessoas pelo caminho, mas como recompensa alcançará muito mais do que o esperado.

8. Diga não aos seus controles rígidos. Muitas vezes a melhor solução ou o caminho certo está em algo que jamais imaginamos. Já pensou que você mesmo pode estar impedindo o seu progresso?

9. Escolha palavras para seu novo ano, por exemplo: CONQUISTA. Agora crie uma crença positiva para ela, por exemplo: EU TENHO UMA CRENÇA, EU NÃO PARO NO CAMINHO! ou ainda FELICIDADE, EU TENHO UMA CRENÇA, 2017 VAI SER MELHOR QUE 2016. Essas crenças funcionarão como um combustível para seguir caminho e como antídoto quando maus pensamentos vierem a tona, além de energeticamente serem decretos de prosperidade. Lembre- se sempre do poder das palavras, eu crio enquanto falo. Abracadabra!

10. Escreva sobre isso, mantenha um diário de auto monitoramento, escreva as coisas ruins e boas que sente, procure manter o foco no positivo, escreva metas e não duvide delas. Tudo que é escrito ganha performance, pensamentos e ideias são etéreos, vai ser bom você trazer as coisas para o plano físico, para aqui e agora.

Faixa bônus: Não superestime as dificuldades. Talvez você já tenha feito isso d+.

Pronto. Você está apto para um 2017 de muita luz!

Um montão de beijos e abraços apertados! Se cuidem e Feliz Ano Novo!

Bel Ramalho – Comunicóloga / Coach Executivo e de Vida

 

Share Button

10 passos contra a timidez e baixa autoestima.

Share Button

girl-850117_960_720Direto ao ponto. Pegue papel e caneta, procure ser sincero consigo, anote quantos desses passos fizerem sentido pra você. Comprometa-se, sem movimento diferente o resultado será sempre o mesmo.

Então, se não agora, quando?

1. Aprenda a dizer não: Aprender a dizer “não” é um grande passo para superar a timidez. Dizendo não, você trabalha a timidez de impor suas vontades.

Você é do tipo que sempre pega os folhetos que nos entregam na rua, mesmo sabendo que não te interessam? Você paga os 10% de serviço do restaurante, mesmo quando não foi bem atendido? Se o seu colega de trabalho ou escola pede algo pessoal emprestado você cede mesmo se incomodando muito com isso?

Escolha aprender a dizer não!

2. Nada de justificativas: Não se preocupe em justificar sua negativa. Existem várias formas de dispensar o indesejado com certa elegância. Por exemplo:  “Não, obrigado”, ser verdadeiramente grato, resolve qualquer empasse nesse sentido ou “prefiro não”, ser enfático e incisivo não deixa abertura para invasões. Isso é suficiente.

3. Não fuja dos olhares! A comunicação é na sua maior parte não verbal.

Como você reage quando alguém olha para você? Abaixa a cabeça, desvia o olhar? Essa é uma atitude típica dos tímidos, fuja da zona de conforto!

Contatos visuais são expressões muito importantes para se comunicar. Não encare (mais de 10 segundos) isso ativa no interlocutor o instinto de fuga do predador, por outro lado fugir de olhares demonstra submissão. É essa a mensagem que você deseja passar?

Sugestão: Olhe entre as sobrancelhas, você não irá se sentir incomodado e o interlocutor acreditará no contato visual.

Sorria sutilmente, cumprimente com o movimento de cabeça,  já é uma iniciativa…

4. Autoconfiança: Confiar em si mesmo é um importante passo para vencer a timidez. Para isso será fundamental movimentar o autoconhecimento, encontrar-se com suas qualidades, mensurá-las e também descobrir pontos de melhoria e desenvolve-los.

Comparar-se não ajuda em nada! Substitua esse tipo de pensamento por outro que lhe agrade, pode ser qualquer coisa que te arranque um suspiro ou um sorriso. Sugiro ancorar-se num momento em que vc se sentiu maravilhoso, visite aquele momento. Quando você demonstra estar seguro consigo mesmo você soma energia, se empodera e ainda ganha a admiração das outras pessoas. Dica: Se não é finja ser até que se torne, você pode agir como se fosse confiante e expressivo durante uma semana, experimentar comportamentos característicos e descobrir que na prática não é tão difícil quanto parecia. ( Vamos ter post sobre essa técnica)

5. Descubra novos ambientes e experiências: Como é seu dia? Você frequenta sempre os mesmos lugares, mantém os mesmos hábitos? Desfrutar novos ambientes e experiências vai ajudá-lo.

6. Desenvolva a sua simpatia: Você é uma pessoa simpática, mas só a sua família reconhece isso?

Ser carismático é uma qualidade essencial para projetar-se positivamente e facilitar o contato com as outras pessoas, sendo carismáticos criamos um ambiente favorável para sermos abordados (iniciativa do outro) e aumentamos e facilitamos a nossa aceitação pelo grupo.

7. Aprenda a ter carisma: Utilize ancoras, observe pessoas carismáticas que você admira e passe a inspirar-se nelas, desde comportamentos diretamente ligados a projeção até hábitos saudáveis. Crie seu próprio estilo unindo o melhor das pessoas ao seu melhor.

8. Descubra seu nível de timidez. Existem diversos testes espalhados na internet que identificam o seu grau de timidez ou faça uma avaliação intima e sincera consigo mesmo, procure ser lúcido e não se vitimizar.

9. Identifique os gatilhos da sensação de timidez: Escreva em uma agenda todas as situações que levaram a uma sensação de timidez ou inferioridade e pratique os evites (evitar situações, pessoas, ambientes e conteúdos que acionem o gatilho). A partir das anotações reflita como você poderia ter agido de forma diferente para conseguir um resultado mais positivo.

Parta para a ação: Confronte suas anotações, tomando as medidas práticas que você descreveu para modificar o resultado.

10. Dissocie – se do problema: Frases como “eu sou tímido” ou “eu sou inferior” fazem com que você e os demais te associem a timidez e a inferioridade, tornando-os inseparáveis, prefira “ Estou tímido”  “Tenho me sentido inferior” essas frases colocam a emoção como algo aparte de você, esse sentimento é seu, mais não é você.

Caso pareça muito difícil oralizar dessa forma utilize o auxiliar linguístico no tempo passado “eu era tímido” e para tornar mais convincente para si mesmo complete “estou trabalhando sobre isso” ou use o auxiliar ainda, “ainda sou tímido” “por enquanto me sinto tímido”.

Em ambientes que incomodem sua timidez e autoconfiança:

  • Desencoste das paredes, no início permita-se usar algum objeto como âncora, como por exemplo, segurar um copo, um livro ou transitar.
  • Evite mãos nos bolsos e braços cruzados.
  • Sorria e corrija a postura.
  • Ao chegar cumprimente ao máximo de pessoas possíveis. Se não conhece ninguém aproveite a oportunidade de se apresentar, basta uma frase: Boa noite, sou Pedro, prazer!
  • Se você leva um acompanhante a um ambiente em que ele é desconhecido, cumprimente e apresente sua companhia: Boa noite, essa é minha amiga Ana.
  • Caso esteja desconfortável respire fundo, troque de ambiente, dê uma volta ou mude a posição do corpo.

Experimente praticar algumas dessas dicas poderosas e irá identificar melhoria em seus comportamentos e emoções.

Um beijo e cuidem-se!

Bel Ramalho – Comunicóloga/ Coach Executivo e de Vida.

Share Button

Gratidão – Os resultados maravilhosos dessa prática.

Share Button

Olá Bauzete!

Já falamos por aqui sobre o pensamento positivo e seus benefícios, hoje  vamos falar da gratidão, novamente sob uma ótica diferente da tão corriqueira maneira como tem sido inocentemente difundida.

12009686_731511150325632_5696967340138640205_n

A gratidão virou uma tendência de comunicação, que bom, mas é uma pena ela exista quase somente na linguagem e muito pouco verdadeiramente na experiência.

A psicologia positiva tem estudado a gratidão não somente de uma maneira disciplinar acadêmica, mas como uma prática a ser incrementada em nossos hábitos.

Benefícios da prática da gratidão: Ajuda a manter o foco no positivo. Faz com o indivíduo se sinta mais jovem mais saudável e viva mais. Promove a qualidade no sono e controle emocional.

Ser grato ou parecer grato viralizou, se você não “posta” sua gratidão está por fora. Então agora a questão é pensar quantos de nós aperta pelo menos uma mão por dia e agradece por pequenas coisas?

Numa perspectiva social a gratidão tende a estreitar laços e fortalecer vínculos. Repare, quando fazemos algo por alguém e essa pessoa se demonstra grata, nos sentimos estimulados a fazer cada vez mais e melhor por ela. Outro exemplo, quando um amigo se dá o trabalho de agradecer sua companhia após um passeio, faz com que se sinta importante, logo você deseja mais vezes estar com ele.

Dicas para aumentar sua gratidão:

  • Seja mais criativo nos seus agradecimentos, substitua um simples “Obrigado” por sentimentos mais definidos, reflita e descreva melhor o sentimento bom que lhe acomete, por exemplo: Significa muito pra mim quando você faz isso … Muito obrigado!”
  • Identifique as coisas boas que acontecem no seu dia por menores que sejam.
  • Reconheça as pessoas que verdadeiramente trazem coisas boas a sua vida e merecem sua gratidão, caso decida expressar seja sincero. Pior que a ingratidão é o sentimento falso.
  • Mantenha o hábito de agradecer diariamente por três coisas boas no seu dia. Acostume-se a fazer isso no exato momento em que acontecem, esse novo hábito vai te ajudar a manter seu foco no positivo.
  • Pense nos resultados. Quer ter resultados favoráveis? Exerça a gratidão, embora pareça não haver ligação entre eles, sim existe.

Pense sobre isso…

E se ao invés de reclamar e criticar você fosse grato? Grato pelo que tem e pelo que as pessoas fazem ou já puderam fazer por você.
Gratidão é uma fábrica de felicidade. É cientificamente comprovado que as pessoas que exercem a gratidão são consideravelmente mais felizes do que as demais, são mais saudáveis, vivem mais e se sentem mais jovens. Gratidão não é utopia, é uma poderosa ferramenta de autorregulação emocional.

Por hoje é isso! Sou grata por cada leitor (a) do nosso Baú <3

Fiquem com Deus e se cuidem!

Beijos Bel Ramalho – Comunicóloga / Executive and Life Coach

 

 

 

Share Button