Arquivo de etiquetas: alimentação saudável

5 mitos e verdades sobre o emagrecimento

Share Button

Olá Bauzete, tudo bem?

O post de hoje é p/ quem está fazendo de tudo p/ emagrecer. Se é o seu caso, calma aí!

Primeiro, emagreça se isso for te empoderar, te trazer uma espetacular satisfação pessoal, melhorar sua autoestima e te dar disposição para conquistar seus objetivos. Não queira mudar seu tipo físico para agradar outras pessoas, ok? Só a si mesmo/a 😉

Cuidado com as medidas radicais, como as “dietas da moda” que excluem totalmente alguns tipos de alimentos ou submeter-se a procedimentos cirúrgicos invasivos.

“A velocidade com que as novas dietas surgem e desaparecem está diretamente relacionada ao fracasso das mesmas”, alerta a nutricionista Gladia Bernardi, criadora do método Emagrecimento Consciente. “Se elas dessem mesmo certo, o resultado obtido seria duradouro e não seria preciso, a toda hora, criar uma nova modalidade”, comenta ela.

No entanto, o que pouca gente sabe é que é possível, sim, emagrecer de forma saudável e sem tanto sacrifício. “A obesidade é uma doença mental, e o que precisa ser tratado é a chamada ‘mente gorda’. É fundamental trabalhar a repetição de novos e bons hábitos, que levem à perda de peso sem o uso de remédios, dietas restritivas ou intervenções cirúrgicas. O grande segredo é transformar a maneira como o indivíduo se relaciona com a comida”, recomenda a nutricionista e coach.

A especialista aponta alguns mitos e verdades do processo de emagrecimento:

1 – Dieta sem glúten e sem lactose funciona para todos – MITO

Assim como muitas outras dietas que viraram “moda”, a técnica de eliminar completamente o glúten do cardápio ganhou adeptos entre celebridades e acabou se tornando popular no Brasil e no mundo. No entanto, ao contrário do que muita gente pensa, nem todas as pessoas se beneficiam dessa estratégia para perder peso.

“Com exceção do 1% da população mundial que sofre de doença celíaca, ou seja, que tem sensibilidade ao glúten, as pessoas acabam emagrecendo com essa dieta por evitarem alimentos calóricos como pão, macarrão ou bolo, que contêm glúten. Ou seja, a questão não é o glúten em si, e sim as escolhas alimentares mais inteligentes”, pondera.

No entanto, Gladia alerta que de nada adianta evitar alimentos com glúten e exagerar no chocolate, por exemplo. “O profissional precisa descobrir qual é o gatilho mental que está sendo acessado pelo seu cliente e como ele é representado no seu corpo com excesso de peso.”

Portanto, segundo a especialista, mais importante do que focar apenas nos itens que compõem o cardápio é descobrir o que faz com que aquele indivíduo coma compulsivamente e “desativar” essa armadilha da mente.

2 – Suplementos podem substituir refeições para emagrecer- MITO

Para Gladia, esse é mais um mito fundamentado somente no imediatismo. “A pessoa até pode recorrer aos suplementos para emagrecer como ‘emergência’ para o verão, mas se esquece de que há vida no outono, no inverno, na primavera. Quem aguenta tomar suplementos durante o ano todo?”, questiona.

Além do mais, lembra a especialista, muitos desses produtos não são regulamentados ou acabam proibidos de serem vendidos no Brasil. Isso acontece por não haver pesquisa que comprove se eles são ou não prejudiciais à saúde. “Além de não emagrecer, a pessoa pode colocar sua própria saúde em risco, principalmente se consumir por conta própria. Por isso, sempre alerto para procurar um profissional de saúde para buscar orientações antes de utilizar qualquer tipo de suplemento”.

3 – Ter o apoio de um bom profissional faz emagrecer – VERDADE

Apenas a prescrição perfeita, de acordo com Gladia, não garante o bom resultado. “Um bom profissional trata a raiz do problema e faz com que o cliente emagreça de forma consciente”, pontua a especialista.

Ela explica que fatores como a autossabotagem e a criação de uma zona de conforto precisam ser combatidos. “O profissional deve dizer ao paciente: ‘Se você quer mudar de vida para sempre, quero fazer uma pergunta: me dê um bom motivo para que eu continue ajudando você’. Assim, o paciente percebe o empenho e passa a buscar o resultado”.

“Todos os pacientes provavelmente já passaram por outros profissionais e métodos, tentativas frustradas de dietas e processos de emagrecimentos inacabados e ou interrompidos. O bom profissional deve saber lidar com essa frustração e apontar o caminho correto”, ensina.

4 – Modificar a mentalidade emagrece – VERDADE

Na opinião de Gladia, a mudança de pensamento é a grande chave para o emagrecimento e garante que os resultados sejam duradouros. “O controle da ansiedade, por exemplo, além de ajudar a emagrecer melhora o sono e a saúde em geral, facilitando o controle de doenças, e, acima de tudo, gerando um sentimento de vitória com os novos hábitos.”

Segundo a especialista, a única forma de tratar problemas como a compulsão alimentar é através da mudança de mentalidade. “A compulsão por comer deve ser vista como um vício, assim como o de um alcoólatra, de um usuário de drogas. Ela nada mais é do que o vício por comida”, comenta.

5 – Cirurgia vai me deixar magro para sempre- MITO

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM), o número de intervenções cirúrgicas cresceu 300% nos últimos dez anos. Deste total, 5% são pacientes com menos de 20 anos.

“Ao recorrerem a cirurgias, muitos imaginam que estão dando o seu último adeus às gordurinhas. No entanto, esse é um grande mito, pois a verdadeira origem da obesidade não foi tratada, e é por isso que muitos voltam a engordar”, explica Gladia.

“Quase todos os meus pacientes usavam a comida como um remédio para um mal emocional, e por isso estavam acima do peso. É preciso mudar a maneira de pensar a comida e de se relacionar com ela. Caso contrário, após a intervenção cirúrgica, o descontrole alimentar pode voltar a se manifestar nos próximos 2 anos, comprometendo o resultado”.

Bjks,

Giane Carvalho
Fontes: Gladia Bernardi – Nutricionista, coach e desenvolvedora do método “Emagrecimento Consciente”, baseado na neurociência, na programação neurolinguística e em coaching.

Imagens: Shutterstock

Share Button

Culinária orgânica na TV

Share Button

Olá Bauzete, tudo bem?

Como é bom a gente se alimentar bem, de forma saudável, né? Eu adoro! O post de hoje é sobre isso, com dica de dois programas de TV que falam sobre comida natureba.

A arte da culinária nunca foi meu forte mas desde quando comecei a assistir Masterchef, passei a sentir vontade de fazer pratos com mais sabor, mais bonitos e elaborados. Até então minha comida era feita quase sempre do mesmo jeito e com o mesmo tempero, um tédio.

Comecei a assistir outros programas de receitas mas a maioria usava carne e eu sou vegetariana. Até que um dia, por acaso, vi a chef Tati Lund preparando uma comida indiana maravilhosa, com ingredientes orgânicos e funcionais. Pronto, virei fã!

Ela apresenta o Tati com Limão que vai ao ar no canal Woohoo. Uma surpresa, já que o canal é especializado em esportes radicais.

tati com limao

O programa estreou em 2014 e felizmente ainda está no ar, mas quem não consegue assisti-lo na TV, pode ver as receitas no site do Woohoo ou no Youtube. Todas são vegetarianas e orgânicas.

Uma que eu assisti, gostei bastante e não fiz ainda mais vou fazer é essa de quiche de brócolis com massa crocante e creme de tofu com ervas. Olha que delícia!

Outro programa de comida orgânica e funcional é o “Comer bem que mal tem?”, apresentado pelo chef Flávio Passos e que vai ao ar todo sábado, às 21h, no Canal Sony.

comer bem que mal tem sony

As receitas e dicas do Flávio são excelentes! Já testei algumas com sucesso, como um creme de castanhas que substitui a manteiga, o requeijão e outros derivados de leite p/ quem tem intolerância ou é vegano.

Olha esse brigadeiro feito com biomassa de banana verde:

As receitas da série também estão disponíveis no YouTube.

É só eu ver esses videos que fico super animada para tentar fazer igual ou parecido, adaptando as receitas com o que tenho em casa ou com o que posso comprar. Tem dado certo. ^.^

Fica a dica!

Bjks,

Giane Carvalho

Share Button

Dietas: modinha ou busca real por uma vida mais saudável?

Share Button

Olá Bauzetes, tudo bem?

Alguém aí fazendo dieta ou pensando em fazer? O gurpo Blog+ propôs esse tema para uma blogagem coletiva, gostamos e trouxemos p/ cá. Vamos falar o que pensamos e depois queremos saber a sua opinião, tá? 😉

fazer dieta

Opinião da Bel Ramalho: Sobre as dietas eu nunca havia feito e não considero minhas restrições alimentares de hoje dieta ou regime. Do ano passado pra cá andei me preocupando um pouco mais com o tempo, olho as fotos e embora me veja melhor agora, uma coisa é mesmo inevitável, a idade chega pra todas nós.

Como sempre fui magra e alta o peso não era motivo de preocupação, até que as medidas começaram a aumentar e alguns estilos de roupas que eu gostava muito passaram a não me vestir tão bem. Outro fato é que sou tatuada então a flacidez, essa sim é uma das minhas maiores preocupações.

Comecei a praticar Kickboxing para vencer o sedentarismo e a procrastinação, o treino pesado exigiu muito da minha musculatura e ossos, vi o quanto uma alimentação pesada compromete minha desenvoltura no combate. Resultado: Voltei a alimentação que tinha na época de solteira, com muitas frutas, verduras e legumes, menos carne e bem menos sal e açúcar.

Troco alimentos muito artificiais como bolachas e salgadinhos por opções mais naturais do mesmo segmento.

meme dieta 4

Na geladeira opto sempre pelo iogurte natural + associações. Inclui alguns alimentos integrais e orgânicos à minha rotina e sinceramente hoje sou apaixonada por eles. Como na época da infância e da adolescência, substitui os refrigerantes por sucos naturais e chás.

Uma coisa que preciso aprender é beber água, pelo menos 2 litros por dia. Hoje não consumo mais bebidas alcoólicas. Essa foi sem dúvida a minha escolha mais sábia, por motivos de vaidade e também por ter adquirido com o passar dos anos novas concepções pessoais, mantenho corpo e mente sãos. Nesta segunda início uma nova atividade, o Pilates, também pensado na minha melhora no Kick e também por motivos de saúde.

meme dieta

Opinião da Gi:  É fato que atualmente vemos muita gente mostrando como se cuida, como se alimenta e malha. Parece que a maioria faz questão de dizer “Olha, eu não enfio o pé na jaca. Como certinho e faço academia, tá?” Claro que tem que poste delícias calóricas e pés p/ cima, mas a quantidade de posts e fotos sobre dieta e malhação é imensa. 

Mas aí a gente fica pensando… será que estão fazendo isso porque realmente é importante ter esses cuidados ou porque é bonito, chama a atenção, dá ibope?

meme dieta 3

Já me falaram que pratos de comida são os que mais tem likes e compartilhamentos. Será que essas fotos estão incentivando mesmo as pessoas a buscarem uma alimentação melhor ou acham lindo na hora mas logo depois se jogam na friturança?

Tomara que os posts estejam conscientizando e indo além do modismo, né?

Da minha parte, entrei 2015 com o pensamento em saúde. Fechar a boca, perder quilos e depois viver em médico porque caiu a imunidade ou deu anemia, não é legal. Eu não acho. Bom é ter uma dieta balanceada que traga energia, ânimo e faça tudo funcionar direito.

No meu caso, não é modismo. Eu nem gosto de usar a palavra Dieta. Prefiro Reeducação Alimentar ou RA. Essa eu estou fazendo e uma das minhas metas desse ano é chegar até o fim orgulhosa de mim por ter feito as melhores escolhas. Vez ou outra a gente dá uma escorregada mas que seja bem de vez em quando mesmo. Atividade física com regularidade tb é uma meta que vou colocar em prática em breve. Só comer bem não vai trazer o resultado saudável que quero ter, então “bora” mexer o corpitcho.

Uma blogueira que passei a admirar e que me inspira a manter o foco é a Drika. Ela não tem afetação, sabe? É gente como a gente. Mostra como foi sua perda de peso e como faz para se manter bem. Dá muitas dicas do que deu certo p/ ela e que podem ser boas p/ quem a acompanha. Eu a sigo pelo insta @blogdadrika. Fica a dica p/ quem precisa de motivação mudar hábitos.

meme dieta 2

E vc, o que acha? Fazer dieta virou modismo ou as pessoas estão mesmo se preocupando em comer melhor? O que vc vê por aí? Busca por saúde ou por magreza? Acha válido ou não?

Se quiser ler outros posts da blogagem coletiva, passa no Nina Rosa Hot, Blog da Priscilla, Coisas da GigiGarotas Rosa ChoqueBeleza Sem Tamanho e Oxente, Menina. 😉

Bjks,

Bel Ramalho e Giane Carvalho

* Imagens do Pinterest

Share Button