Aquivos por Autor: Bel Ramalho

Testei: Shampoo e Máscara Coiffer Indiano – Manutenção de Progressivas.

Share Button

Fala Bauzete!

Press Kit bacaninha que até já acabou e só agora criei vergonha na cara para resenhar.

Produto realmente muito bom, com textura e cheiros bem diferentes dos nossos brasileiríssimos, cheguei a estranhar no início.

P_20151129_225315

Sobre a Máscara: Textura de pomada, lembra vaselina, bem firme e rende muuuuuuito, bastam dois dedinhos para uma hidratação poderosa, costumo hidratar no banho, então não passo mais que 5 minutos com o produto no cabelo, acredito que seguindo a orientação de deixar agir por 15 minutos o resultado seja ainda mais fantástico.

Hidrata, sela e parece proteger o fio, quem como eu tem raiz oleosa não se preocupe, se exagerar claro, ela mela, mas já abusei passando próximo a raiz e não tive problema. Realmente cumpre o que promete, minha progressiva manteve-se firme e forte por mais tempo, deixou os fios mais alinhados sem pesar e com aquela carinha de cabelo saudável. O cheiro é uma delicia, parece incenso.

P_20151129_225416_BF

Shampoo: Não é assim um suprassumo…  Tanto a textura quanto o cheiro dão a impressão de algo bem aguado, limpa os fios, não resseca masssss você fica com a sensação de ter que lavar novamente com outro shampoo, é algo apenas sensorial, ele limpa sim. Esse tom de azul não me apetece, mas em suma achei a melhor dupla para a máscara que também funciona muito bem se usada em conjunto com outros shampoos. P_20151129_225509_BFResumo da ópera: Senti meus cabelos mais alinhados e com os fios bem soltinhos e saudáveis, parecia até que tinha mais cabelo e que os fios estavam mais obedientes.

Por hoje é só. Beijão e se cuidem!

Bel Ramalho.

 

Share Button

6 toques de estilo que você pode dar no seu look usando aquilo que já tem em casa!

Share Button

Olá Bauzete!

Inicio de ano, muitos gastos novos e velhos, com isso é bom dar uma segurada nas compras.

Vão ai algumas dicas para você dar um toque de estilo no seu look, gastando pouco ou nada.

1. Vire seu colar. Sim, use seu colar longo, médio ou em Y virado para trás, o ideal é que seja daquele modelo sem fecho, mas se tiver um simples e delicado sem problemas, se sobrar um restinho de corrente nele, você pode colocar um pingentinho e enfeitar o fechamento. Esses colares triplos também são legais para isso, deixe a primeira volta no lugar e jogue as outras duas para trás. Use com decotes traseiros e blusinha basicona. Onde encontramos? Na Moon Chic e na Loja Ponto Rosa tem vários e lindos.

f0aa953ed432d1d3fba3c226c4fab7a2 colar 3b69060fa7cb10752c8723d82e39f688

2. Dê um nó na sua camiseta velha. Na nova, na saia, em tudo… Amo nó, me amarro nas amarrações.

2fe924d9c858c1b91a17468c2986d447 04a8bd958cf83fbf1845aa6844850e79 81ff8f7b474cc153dd96c148d2f95ef1 No-na-barra-thumb

3. Dobre a barra da sua calça, esqueça a assimetria, pode enrolar dobrar, virar… Vale pra jeans, mas vale tbm para outros tecidos.

d9fb3ac38eacaa78a48d5cf1c1579873 e2867900587b63a9370ec464cc8f226d ffc3aa3ba7c950172229c45fcea92eb4 1369fffff853574e7854771634a9cb73 calça

4. Use tênis. Pra mim isso está sendo diferente e proveitoso. Conforto e estilo na medida. Sugiro ousar na combinação, pega um look nada esportivo e mete o pé.

9b98a7a4d1605cba28bc16ec8acf44d9 ba16da7e7269bcaee4f0087daae770a5c9d2c396a62bac733f78421ed11d4aacc9e4aa05bd2b42d27f9178433feb38ad

5.  Use dois cintos, três colares… Essas coisinhas fazem diferença no visual, sou super adepta.

1917139_767514456725301_8922081791974535834_n

Essa dos cintos sou eu hehehhe

11162440_868411073218269_6059656818540962685_n

6 . Use suas blusas de trás pra frente, as suas, do papai, do marido, do irmão…  Não precisa abandonar o soutien, pode usar um modelo de Invisible desses que você encontra baratésimo na loja do Chinesinho da praça. Ai mete o colar jogado pra trás, já era! Confesso que essa eu ainda não usei, não me adapto com a frente sufocante…

camisa-virada-street-style paris-str-s14-391-681x1024 vivienne-westwood-shirt-stella-mccartney-skirt-outfit-paris-oracle-fox-6

Por hoje é isso. Fiquem com Deus e se cuidem!

Beijos!

Bel Ramalho

Share Button

As 4 Leis Indianas para um 2016 de realizações!

Share Button

Olá Bauzetes!

Um novo ano começou e é um excelente momento para dar aquele start e sair da procrastinação. Para ter um ano produtivo, sem sombra de dúvida nossa primeira necessidade é termos dias tranquilos.

Os indianos têm ensinamentos que são aplicados em processos de Coaching, um deles são as 4 Leis Indianas, algumas máximas que envolvem grande aceitação, um sentimento primordial para viver em paz e se empoderar.

elefante-2

A primeira lei diz: A pessoa que vem, é a pessoa certa: Isso significa que qualquer pessoa que chega cruza nossa jornada, é a pessoa certa para aquele momento e por mais estranho que isso pareça é a mais pura verdade, até mesmo aquelas presenças que consideramos indiferentes ou nocivas, surgem ou ressurgem em determinado momento para algum novo aprendizado ou experiência.
Se elas ficam ou passam e o quanto nos permitimos acessar por elas, é nossa tarefa de sobriedade. O importante é saber que aquela vida não cruzou a sua por acaso. Gratidão por isso, seja como for, a pessoa certa chega na hora certa.

Segunda lei: Aconteceu a única coisa que poderia ter acontecido:  Ainda mais intrigante a segunda lei fala sobre sorte ou azar? Negativo!

Segundo a visão indiana tudo o que se passa no universo acontece da maneira certa, na hora devida, em perfeita sincronia, parece difícil pensar sobre isso quando estamos vivendo uma grande perda ou um outro momento doloroso. Mas veja, diante de uma tragédia por exemplo, algo saiu fora do esperado, por negligência, por fatos naturais, enfim, naquelas condições aquilo era o que poderia ter acontecido… Ai mora a ressignificação e a anulação de culpas, acabam-se os “e se…” que são tremendos bloqueadores de futuro.

Terceira lei: Toda vez que algo se iniciar é o momento certo: Sempre que se começa alguma coisa, está na hora certa. Nada ou ninguém começa algo atrasado, nem adiantado. Quando estamos verdadeiramente prontos para iniciar algo novo em nossas vidas é que as coisas vão acontecer, pode não parecer a hora perfeita, propícia, mas algo há de especial nesse momento.

Quarta lei: A história acaba quando termina: Quando algo terminou, ele realmente acabou. A cultura indiana ensina que não é auspicioso levar aquilo em mente, fomentando emoções desnecessárias. Não se deve preocupar ou pós ocupar, com uma coisa que já teve seu fim, seria dispensar energia vital com algo morto, essa energia que realiza e que constrói.

De fato nada na vida é definitivo, tudo pode acontecer ou ser novamente, mas de maneira nova, até mesmo porque nem nós, nem o mundo ao nosso redor somos os mesmos. Diariamente somos diferente do que fomos. Então por hoje, desapego, amanhã é um outro dia.

Sendo capazes de compreender essas lições, aprenderemos a confiar na inteligência do universo e termos uma boa relação com ela.

Independente dos fatos, pessoas e situações, o que importa realmente é como nos relacionamos com todas esses fatores e o quanto assumimos o nosso 100% de responsabilidade sobre isso.

Para mim, todas essas leis falam sobre vivermos no tempo presente…

Gosto da idéia de que o futuro é a nossa verdade imaginária, quando enfim o possuirmos ele vai se chamar hoje, portanto viva no tempo presente. Ressignifique, empodere-se e você viverá novas e melhores experiências em 2016.

Feliz Novo Ano!

Beijos! Fiquem com Deus e se cuidem!

Bel Ramalho – Comunicóloga / Executive and Life Coach.

 

Share Button

Como não se tornar influenciável.

Share Button

Olá Bauzete!

Hoje o nosso papo é sobre Influência.

índice

É muito importante termos uma personalidade bem definida e comportamentos pautados em nossos valores.

Acontece que muito frequentemente alguns de nós começam a agir de maneira diferente, influenciados ainda que inconscientemente por outras pessoas ou situações.

5hho7l588tme9bg7jzwvyel07Algumas vezes essa influência é positiva, isso se chama inspiração. Maravilhoso, ok! Mas em grade parte é negativa ou simplesmente des-ne-ces-sá-ria.

demonioPequenas atitudes que geralmente passam despercebidas por nós,  deixam claro para o resto do mundo como somos ou nos tornamos frágeis e manipuláveis e isso não é nada bom, pois nosso comportamento vai determinar a forma como nos projetamos socialmente.

Os famosos “Maria vai com as outras” geralmente são pessoas com baixa autoestima. Tendem a mudar de opinião, gosto ou comportamento frequentemente de acordo com o momento, ambiente ou roda social em que se inserem. É fundamental que saibamos nos adaptar, mas esses fatores não têm poder e não podemos permitir que tenham força suficiente para movimentarem atitudes contrárias à nossa personalidade, quando não agimos de acordo com o nosso verdadeiro eu, ao contrário do esperado, a convivência se torna incomoda, sem graça e artificial…

Em alguns casos o que parece inocente toma proporções muito prejudiciais, alguns indivíduos chegam a fazer escolhas importantes de vida, como por exemplo, escolher uma carreira, pautados na vida profissional de um conhecido ou opiniões de terceiros.

Mudanças são sempre bem vindas, elas são o acelerador e o freio da vida, contudo não se pode trair a própria essência. Quando você se pegar deixando de lado suas opiniões e gostos é hora de pensar:

  • Estou querendo agradar a alguém mais do que a mim mesmo e faço isso modificando meu corpo, ações e opiniões?
  • Frequentemente me comparo com outras pessoas e sinto necessidade de ser como elas ou ter o que elas têm?
  • Minhas opiniões diferentes fazem com que eu me sinta menos parte, ameaçado ou inferior?
  • Minha mudança é verdadeiramente uma escolha somente minha?

Podemos estar sendo influenciáveis em vários aspectos:

Acontece muito nos relacionamentos: Meninas E meninos, por favor, não se preocupem tanto em se apaixonar pelas preferências dos seus parceiros, acreditem, quando verdadeiramente eles se apaixonam, é justamente por aquilo que, diferente deles, encontram em vocês. Sua parte na relação é apenas respeitar e conviver tolerante e pacificamente com os gostos do outro, claro, quando saudáveis.

Não percam tempo tentando fazer o tipo de alguém, seus atributos se autênticos e originais serão o suficiente.

Nas amizades: Vocês não precisam agir de maneira inconsequente e fora dos seus padrões de valores para se sentirem iguais ou melhores que os demais.

No trabalho: Para conquistar a confiança de um chefe você não precisa parecer um gêmeo univitelino dele.

Entre nós e nós mesmos: Policie-se contra sentimentos como a comparação e a inveja.

Não se cobre tanto.

Honre e respeite a sua historia.

Honre e respeite a história do outro.

Reconheça e acredite nas suas virtudes

Reconheça e trabalhe as suas limitações.

Que nós saibamos conservar sempre o dom de honrar a nossa historia. Quando queremos apenas ser quem o outro é, fazer o que o outro faz ou ter o que o outro tem, não estamos respeitando a nossa essência.

Quando somos fiéis a tudo que VERDADEIRAMENTE somos é que obtemos os nossos melhores resultados.

Pense a respeito. Em que aspectos da sua vida você está se permitindo influenciar?

Por hoje é só! Fiquem com Deus e se cuidem.

Bjos! Bel Ramalho – Comunicóloga/ Executive & Life Coach

Share Button

Gratidão – Os resultados maravilhosos dessa prática.

Share Button

Olá Bauzete!

Já falamos por aqui sobre o pensamento positivo e seus benefícios, hoje  vamos falar da gratidão, novamente sob uma ótica diferente da tão corriqueira maneira como tem sido inocentemente difundida.

12009686_731511150325632_5696967340138640205_n

A gratidão virou uma tendência de comunicação, que bom, mas é uma pena ela exista quase somente na linguagem e muito pouco verdadeiramente na experiência.

A psicologia positiva tem estudado a gratidão não somente de uma maneira disciplinar acadêmica, mas como uma prática a ser incrementada em nossos hábitos.

Benefícios da prática da gratidão: Ajuda a manter o foco no positivo. Faz com o indivíduo se sinta mais jovem mais saudável e viva mais. Promove a qualidade no sono e controle emocional.

Ser grato ou parecer grato viralizou, se você não “posta” sua gratidão está por fora. Então agora a questão é pensar quantos de nós aperta pelo menos uma mão por dia e agradece por pequenas coisas?

Numa perspectiva social a gratidão tende a estreitar laços e fortalecer vínculos. Repare, quando fazemos algo por alguém e essa pessoa se demonstra grata, nos sentimos estimulados a fazer cada vez mais e melhor por ela. Outro exemplo, quando um amigo se dá o trabalho de agradecer sua companhia após um passeio, faz com que se sinta importante, logo você deseja mais vezes estar com ele.

Dicas para aumentar sua gratidão:

  • Seja mais criativo nos seus agradecimentos, substitua um simples “Obrigado” por sentimentos mais definidos, reflita e descreva melhor o sentimento bom que lhe acomete, por exemplo: Significa muito pra mim quando você faz isso … Muito obrigado!”
  • Identifique as coisas boas que acontecem no seu dia por menores que sejam.
  • Reconheça as pessoas que verdadeiramente trazem coisas boas a sua vida e merecem sua gratidão, caso decida expressar seja sincero. Pior que a ingratidão é o sentimento falso.
  • Mantenha o hábito de agradecer diariamente por três coisas boas no seu dia. Acostume-se a fazer isso no exato momento em que acontecem, esse novo hábito vai te ajudar a manter seu foco no positivo.
  • Pense nos resultados. Quer ter resultados favoráveis? Exerça a gratidão, embora pareça não haver ligação entre eles, sim existe.

Pense sobre isso…

E se ao invés de reclamar e criticar você fosse grato? Grato pelo que tem e pelo que as pessoas fazem ou já puderam fazer por você.
Gratidão é uma fábrica de felicidade. É cientificamente comprovado que as pessoas que exercem a gratidão são consideravelmente mais felizes do que as demais, são mais saudáveis, vivem mais e se sentem mais jovens. Gratidão não é utopia, é uma poderosa ferramenta de autorregulação emocional.

Por hoje é isso! Sou grata por cada leitor (a) do nosso Baú <3

Fiquem com Deus e se cuidem!

Beijos Bel Ramalho – Comunicóloga / Executive and Life Coach

 

 

 

Share Button

Inteligência Emocional – Como desenvolver essa habilidade.

Share Button

Olá Bauzete! Com certeza você já ouviu falar em Inteligência Emocional.

No âmbito profissional, assim como no pessoal, saber gerir nossas emoções é extremamente necessário para nos mantermos emocionalmente equilibrados e saudáveis.

Pois bem. Inteligência Emocional pode ser definida como a habilidade de entender e se relacionar bem e racionalmente com nossas emoções e suas reações, sem deixar que as mesmas interfiram na qualidade das nossas atitudes e pensamentos.

o-que-e-inteligencia-emocional

Para começar, vamos ressignificar as emoções, considerando que nenhum sentimento é inteiramente mau, por exemplo, o medo e a raiva, que de inicio são considerados sentimentos negativos, podem ser utilizados como ferramentas de superação e motivação, isso é manter o foco no positivo.

Para desenvolver sua Inteligência Emocional:

Saiba gerir seus sentimentos: Primeiramente é preciso saber identificar seus sentimentos positivos ou negativos e a origem de suas emoções . Caso frequentemente você se pegue dizendo ou pensando coisas do tipo: “Não sei de onde está vindo esse sentimento” ou ” Não sei por que estou me sentindo assim” é hora de se dar mais atenção. Sentimentos como ódio e inveja, que movimentam desinteligências e atitudes impensadas, são o carro chefe do descontrole emocional. Quando você é capaz de identificá-los prontamente pode eliminá-los ou usá-los de maneira assertiva.

Suspenda o julgamento. Respeite as emoções dos outros: Inteligência emocional também diz respeito a capacidade de reconhecer e entender as emoções de terceiros, lidando com as suas reações de maneira respeitosa e compreensiva. Quando você honra a individualidade do outro tem mais chances de desenvolver uma comunicação efetiva e cordial, isso é socialmente saudável, torna agradável a convivência, estreita laços e aproxima as pessoas.

Use a pressão ao seu favor: Estamos constantemente expostos a situações que nos desagradam, que geram estresse e pressão, a melhor forma de lidar com elas é ressignificando-as como oportunidades de fortalecimento e ferramentas criadoras de novas soluções antes nunca pensadas. Na crise, crie!

Fale dos seus sentimentos: Não saber ou não conseguir expressar sentimentos também é um forte indício da não inteligência emocional. Quando você não se habilita a definir claramente seus sentimentos e motivações, gera dificuldade de auto conhecimento e também de ser entendido pelas pessoas do seu convívio. Comece hoje aos poucos a falar do que sente, claro seletivamente, saber o que falar e para quem falar é fundamental e um belo exercício da inteligência e intuição.

Pegue seu leme: Na vida pessoal e profissional é preciso estar no controle do seu barco. É importante romper o ciclo de prejuízo movimentado em nós por situações ou pessoas nocivas, todo sentimento negativo e mal definido só nos afeta quando e até que pontos nós mesmos permitimos, ser senhor dos seus domínios é não dar poder ao outro ou às situações para desequilibra-lo. As reações que temos quando estamos fora do nosso próprio controle nos causam muitos transtornos e comprometem nossa imagem projetada.

Permita-se errar: Você perde menos tempo e energia com sentimentos não construtivos como baixa auto estima, medo e comparação, Não ser duro consigo mesmo é um dos hábitos que mais contribuem para o progresso dos seus objetivos.

A Inteligência Emocional é primordial para o alcance do sucesso profissional e pessoal sobretudo nos tempos em que vivemos, onde o estresse, a competitividade, a comparação e a pressão estão cada vez mais presentes na rotina dos indivíduos. Ser emocionalmente inteligente torna-se um diferencial poderoso.

Por hoje é isso. Cuidem-se e fiquem com Deus!

Bel Ramalho – Comunicóloga / Executive & Life Coach.

 

 

 

Share Button

Sandália Single: Do inverno para o verão em grande estilo

Share Button

Olá Bauzete!!

É parece que a sandália do verão será novamente a gladiadora e suas derivações, sobretudo as rasteiras.1c8ba75f2f38fc8a5d2d39ef49d5b4ad

Contudo os saltos são inevitáveis, sempre surgem soberanos.

Parece que a queridinha do inverno segue firme e forte no verão.  A Single da Schutz que era perfeita para iluminar os looks de inverno nas cores preta, metálica e animal print, em nobuck e texturas vem agora para o verão revisitada.

foto1-500x500 0138702680057U-01-BASEIMAGE-Hires

Algumas outras marcas também lançaram versões, com saltos mais modestos, texturas diversas, em cores vibrantes e muito nude que por sinal vai dividir atenções par a par com o colorido do verão.

0138702680275U-02-BASEIMAGE-Thumbnailimages

Com ankle strap aquela tira fininha afivelada ao tornozelo e salto fino, ela vem na pegada dos anos 90, prometendo inspirar sensualidade e sofisticar looks dos mais básicos aos mais elaborados.

Jeans e t-shirt são boas combinações para o dia a dia e vestidos básicos para a balada.

ec1a6bb0e58829d1004c79f1456a1b8blooklook 2

Eu adquiri a minha ainda no inverno, optei pelo modelo da Sonho dos Pés (R$ 99) em padronagem Snack marfim (que imita couro de cobra), o salto tinha cerca de 10 cm não medi direito  massss como sou bem grandinha 1,73 resolvi mandar cortar o salto, como as que experimentei da coleção de verão que tem modestos 7,5 cm.

Varias celebs já investiram no modelo.

tumblr_nc7ouro9wa1tow71vo1_500

Bruna apostou num look clean, com a belezinha na cor pink.

sandalia single

Maju linda usando o modelo que eu arrisco que seja a Single Schutz Snack.

Por hoje é só! Fiquem com Deus e se cuidem!

Beijos Bel Ramalho

Share Button

Vencendo o Pessimismo – Pensamento Positivo. Como fazer disso um hábito.

Share Button

Olá Bauzete!

Pensamento Positivo! Essa afirmação já virou um mantra nas redes sociais, mas para quem é pessimista (por qualquer motivo, seja pós trauma ou por crença limitante) parece muito difícil aderir na essência a essa moda da positividade sempre.

338f0b201cf245f4b4bb9a01362587cf

Muitos estudos sérios relacionam o modo de pensar e a sua consequência sobre o nosso corpo físico e nossa rotina. Exemplo, quando você é demitido do trabalho de maneira inesperada, o susto, o medo e a tristeza promovem uma ressaca moral gigantesca, sua vontade no dia seguinte é de não por a cara na rua e a esperança de dias prósperos vai a zero, o mesmo acontece quando há o termino de um relacionamento, a chamada bad.

pensamentos-negativos

Em reação disso você fica cabisbaixo, desmotivado e consequentemente não toma atitudes efetivas para mudar a situação, vitimizar-se parece mais cômodo, num flagelo quase viciante. Agora, quando você na contra mão do medo, resolve pensar de maneira positiva e definitivamente fazer algo por você, as coisas começam a acontecer notavelmente.

Como exercitar sua positividade:

Nas relações interpessoais, a parte que pensa de maneira positiva tende fortemente a se comportar de maneira controlada diante das desavenças, superar momentos árduos de maneira sutil, isso fortalece laços e estreita relações.

No ambiente de trabalho, encare as adversidades como estágio, um preparo para novos e melhores momentos, isso se chama ressignificar, dar novo significado aos fatos negativos do dia a dia. Procure pensar nas dificuldades como uma oportunidade de amadurecimento ímpar, que te prepara para situações em que outros serão pegos desprevenidos. Não apenas mentalize, verbalize e haja como se essa intempérie fosse um ganho.

MANTENHA O FOCO NO POSITIVO!

O otimista não perde tempo sofrendo por antecedência, é assertivo e pró ativo.

Um exercício prático que você pode começar agora, caso faça sentido para você: Troque pensamentos negativos por positivos assim que eles te ocorram, de inicio numa atitude mecânica, como numa superstição e tão logo isso se tornará um hábito.

Afinal: ” Nós somos aquilo que repetidamente fazemos. Excelência então não é um modo de agir, mas um hábito” Aristóteles.

Haja como uma pessoa positiva e logo se tornará uma.

Assista o vídeo abaixo, ele explica de maneira rápida e objetiva a fundamentação científica do pensamento positivo!

Por hoje é isso, espero ter sido luz!

Já sabem né? Fiquem com Deus e se cuidem!

Bel Ramalho – Comunicóloga / Executive & Life Coach

Share Button

O que é Coaching? Conheça essa metodologia!

Share Button

Olá Bauzetes!

Como vocês já sabem pois eu posto diariamente no @blogbauhype eu sou uma Coach Profissional.  Atendo online pelo Skype e presencialmente na Clinica Veritas em Guaratinguetá. Agora vocês vão conhecer que bênção é essa, minha profissão que eu amo, honro e respeito.

O que é Coaching?

coachingimage

Coaching é uma metodologia poderosa de aprimoramento e gestão do comportamento humano, que objetiva conduzir o indivíduo do estado atual ao desejado por meio de um processo transformacional, tem seu foco no aumento da performance e na aceleração de resultados. Coaching é um processo em que se desenvolve competências, este sincroniza conhecimentos, técnicas e ferramentas de diversas ciências e áreas do conhecimento, tais como Administração, Neurociência, Programação Neurolinguística (PNL), Administração, Psicologia, Antropologia, Sociologia e Gestão de Pessoas. Coaching é também uma filosofia de vida, trata-se de um contínuo desenvolvimento pessoal e profissional, que propõe e realiza mudanças positivas e duradouras, sendo uma metodologia muito adequada no que tange as competências comportamentais, emocionais e psicológicas, geração de habilidades e superação de desafios, seja para atingir metas, gerenciar crises ou solucionar problemas de qualquer ordem.

Meu Nicho de atuação:  

coaching-personal-pic

 

Meu nicho de atuação é o Coaching Executivo e de Vida, com abordagem afetiva e efetiva, alicerçada no poder da comunicação, acredito piamente na verdade de que a maior parte das crises vividas pelas empresas e pelas pessoas culminam ou tem seu estopim numa comunicação inadequada, assim como também acredito que uma comunicação assertiva tende a ser a solução para todas essas crises pessoais e organizacionais.  Uma vez que seres humanos aptos a comunicar-se em todos os sentidos, com todos os seus stakeholders de vida, tendem a obter resultados favoráveis a seus objetivos.

Em Life Coaching tenho me desenvolvido nos seguintes sub nichos:

images

Coaching de Inteligência Emocional, Coaching de Comunicação e Coaching de Relacionamentos.

Em Executive Coaching, meu ramo de atuação é:

executive

Coaching de Liderança, Coaching de Equipe,  Coaching de Performance e Coaching de Carreira.

Tenho especial apreço por casos de inteligência emocional e performance.

Enfim:  coaching

Coaching é uma metodologia maravilhosa, aquele que o experimentar com certeza irá se surpreender pelos seus resultados extraordinários e pelo seu formato inovador. Realmente pensado e estruturado para despertar na humanidade o desejo e a capacidade de ousar ir além e de fazer diferente.
Coaching é um processo de aprimoramento e desenvolvimento pessoal não terapêutico, um mix de ciências extremamente pragmático, modificador e transformador, suas ferramentas e abordagem envolvem o ser humano em sua totalidade.
Sem dúvida Coaching é a metodologia do século. Abrangente, dinâmica, pontual.

Experimente esse estilo de vida, faça Coaching, procure um profissional!

Por hoje é isso! Já sabem, fiquem com Deus e se cuidem!

Bel Ramalho – Comunicóloga / Executive & Life Coach

Share Button

Colar em Y – O novo must have dos acessórios!

Share Button

Olá Bauzete!

Já ouviu falar do colar em Y?

il_570xN.769851175_j8n8

Na contra mão do Maxi Colar como toda nova moda substitutiva, ele veio todo delicado para conferir sofisticação ao look.

b9f9b098bd9f45437c772bc4b577c1d2

Próximos dos Body Chains e de verdadeiras jóias… Confira as variações:

colar-9

Ideal para decotões, as versões com correntes hiper finas e pêndulos delicados.

278bc464b70c2f75d20a17f74ea43319

Ele também conversa bem com golas mais contidas.

Corrente-de-Metal-de-alta-qualidade-tipo-colar-curto-b4xr.jpg_220x220

No clima do verão que já se anuncia os Cristais tomaram conta do novo hit.

cristais

Para as meninas de pegada Boho pingentes em cristais mais brutos.

boho

Para quem gosta de fugir do convencional duas opções, correntes ou penduricalhos mais rústicos e pesados.

y-colar-ousados-3

Na mesma onda do pulseirismo, o fofo promete ares de graça ao ser combinado com mais unidades, lembrando que nesse caso o ideal é manter a textura escolhida.

delicado

Se você não tem um colar em Y, para experimentar invista: Um colar comum, mais próximo da garganta e componha com outro mais solto. Pronto!

colarismo

Gostaram do Trend Alert? A intenção é delicadeza. Mas sinceramente? Acredito que os Maxi continuarão, duas versões lindas de colares para você se embonecar, siga seu estilo!

Por hoje é isso! Fiquem com Deus e cuidem-se!

Beijos, Bel Ramalho.

 

 

Share Button